segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Posições para facilitar sua vida amorosa - parte 02

Dessa vez, o foco é a mulherada. Alias, não só dessa vez, todas as vezes o foco deve ser a mulherada. Todo macho pra carilha com o mínimo de inteligência sabe que, em um mundo cada vez mais democrático, não dá para ser um amante egoísta. Não dá pra vir, gozar, dar boa noite, virar pro lado e roncar. Tem que dar prazer também. Senão vai vir um mané qualquer é dar prazer pra ela e você vai ficar na mão (literalmente).

Então, por mais que essas dicas sejam para a mulherada, com posições voltadas ao prazer das fêmeas pra carilha, seria muito inteligente você prestar atenção nessas dicas também, meu amigo.

POSIÇÕES ONDE A MULHER É A PRIORIDADE

Nessas duas posições, ela quem manda. Aqui ela controla o quanto  e em que velocidade o rola do sujeito vai entrar. Assim, ela vai fazer tudo direitinho para que chegue ao orgasmo mais rápido e quantas vezes forem preciso. Ah, falando em fazer tudo direitinho, o Carilha apoia, sem titubear, a masturbação feminina, ou a famosa siririca. Pois como você quer que seu parceiro te dê um orgasmo se nem você conhece o seu corpo e sabe do que ele é capaz? Então, moças, mãos à obra.


Cavalgada
Essa posição é o caminho de tijolos dourados para o orgasmo. O sujeito deita com a barriga pra cima, deixando as pernas retas e um pouco abertas. A gatinha se ajeita encima do rapaz, bota a pitomba pra dentro e controla a penetração, mantendo os joelhos dobrados e deixando eles o mais longe possível das coxas do cara. Aí, se ela quiser mais estímulo no clitóris é só ela se inclinar pra frente, pra ele raspar no corpo do maluco, ou pra trás, pra ele (ou ela) brincarem com famoso sino dourado. Uma variação bacana é a cavalgada com a  mulher de costas. Assim, além do caminho livre ao clítoris, a parte de baixo do pirulito do sujeito "raspa" nas paredes da xoxota, proporcionando bastante prazer. Para os dois.


Sentadinhos
Essa aqui é pra guria que tem dificuldades de ficar molhadinha ou até para virgens, que de tanto medo de perder o cabacinho, ficam com a periquita mais seca que o deserto do Saara. Pois a penetração é controlada por ela, e se tiver doendo, ela pode maneirar as estocadas, até relaxar. Assim, todo mundo fica feliz. O rapaz senta como um índio, pronto pra fumar cachimbo da paz. A danadinha senta no colo dele e, com os braços para trás, apoiados na coxa do sujeito, ela controla o quanto de piroca vai entrando no Baú da Felicidade. O cara fica livre pra dar uns beijinhos e fazer uns carinhos no pescocinho e nos peitinhos. Quando ela estiver mais confortável, pode (e deve), aos poucos, deixar que ele entre mais fundo.

E não importe que posição o casal escolher, lembre-se, preliminares vem sempre em primeiro lugar (ficou repetitivo não é? Mas é verdade! Lógico que preliminar vem em primeiro lugar!). Um sexo oral, uma mãozinha aqui, outra ali, umas mordidinhas no pescoço, um chamego na orelhinha com uns elogios sussurrados...tudo isso ajuda. Tudo isso é bom. Quem não gosta de um carinho?! Então, nunca se esqueça de preparar o terreno, antes de vir querendo montar acampamento na zona do agrião.

Quarta tem mais. Agora pra`queles que não conseguem deixar uma oportunidade passar, nem se ela estiver grávida.

Nenhum comentário: