quinta-feira, 21 de julho de 2011

Charles Bukowski foi macho pra carilha

Eu poderia colar um texto grande qualquer sobre a vida desses escritor, falando que ele nasceu em 1920, morreu em 1994, mas nah, quem quiser saber, basta procurar na internet. A verdade é que conheci esse famoso escritor há pouco tempo, menos de um ano, mas já li alguns bons livros dele. Comecei por acaso com um livro chamado "Misto Quente", em que esse velho safado conta como foi a infância dele usando um alterego chamado Henry Chinaski e fiquei viciado pelo cara! Como escrevia bem, como escrevia fácil e como era interessante a visão que ele tinha das coisas.

Mas enfim, se tem uma coisa que dá para notar ao ler Bukowski é que ele era macho pra carilha. As histórias são recheadas de palavrões, putarias, bebedeiras, aliás, muita bebedeiras, muito álcool, brigas de bar, brigas com garçons, brigas com todo mundo, mulheres, mulheres, mulheres... os romances são sensacionais e os contos também, vale a pena conferir.

O mais bacana é que essa literatura de macho pra carilha é de fácil acesso e relativamente barata. A editora L&PM - http://www.lpm.com.br - publicou um monte de livros do velho safado e são encontrados em qualquer banca de jornal por 15, 20, 22 mangos. Enfim, cultura ótima e de macho pra carilha. Recomendado!


Nenhum comentário: