domingo, 26 de setembro de 2010

UFC 119 - Sem surpresas!


Pois é, os machos pra carilha de plantão puderam conferir ontem, o UFC 119 - Mir x Crocop, e infelizmente ao meu ver não tivemos boas surpresas, principalmente no co e no main event, Minotouro era considerado favorito, eu como já é sabido, não o considero tudo isso, e achava que Ryan Bader iria vencer, e venceu, em uma ótima luta, porém Bader foi mais eficiente e conseguiu takedowns na hora certa, ganhando os 2 primeiros rounds e perdendo o terceiro.
29x28 -Bader na minha contagem!

Já no evento principal, Crocop, que está muito longe de ser o nocauteador do K-1 e Pride nos idos de 2000 a 2006,deixou claro que seu espirito já não é mais o mesmo, em uma luta em que Frank Mir era sim favorito, mas estava com medo do croata, que pagou por não atacar, e foi nocauteado por uma joelhada de puro reflexo do Mir, que já vinha acusando os golpes jogados pelo adversário no terceiro round! Mir venceu por nocaute no terceiro round!


Mas o evento foi bom e com boas lutas! E agregou, aliás UFC sempre agrega!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Canalha!

Adorável Canalha - Fabrício Carpinejar

É um defeito, mas nada mais delicioso do que ouvir de uma mulher: "CANALHA!"

Ser chamado de "canalha" por uma voz feminina é o domingo da língua portuguesa. O som reboa redondo. Os lábios da palavra são carnudos. Vontade de morder com os ouvidos. Aproximar-se da porta e apanhar a respiração do quarto pela fechadura.

Canalha, definitivo como um estampido, como um tapa. Não ser chamado de canalha pela maldade, mas por mérito da malícia, como virtude da insinuação, pelo atrevimento sugestivo. Não o canalha canalha, mas o ca-na-lha, sem repetição. Único. Irrepetível. Não o canalha que deixa a mulher, o canalha que permanece junto. O canalha adorável que ultrapassou o sinal vermelho para levá-la. O canalha que é rude, nunca por falta de educação, para acentuar a violência do amor. Canalha por opção, não devido a uma infelicidade e limitação intelectual. Canalha em nome da inteligência do corpo.

O canalha. Como um elogio. Um elogio para dizer que é impossível domesticar esse homem, é impossível conter, é impossível fugir dele. Canalha como pós-graduação do "sem-vergonha".

Bem diferente de crápula, que não é sensual e define o mau-caratismo indelével, ou do cafajeste, alguém que não presta nem para ser canalha, de índole egoísta e aproveitadora.

Eu me arrepio ao escutar canalha. Um canalha que significa o contrário do dicionário. Nem perca tempo consultando o Aurélio e o Houaiss, que não incluem o sentimento da pronúncia. Estou falando do canalha que suscita aproximação, abraço, desejo. Um canalha que é um pedido de casamento entre as vogais.

É pelas expressões que se define a segurança masculina. Sempre duvidei de homem que diz que vai fazer xixi. Xixi é coisa de criança. Eu não represo a gargalhada quando um amigo adulto e de vida feita comenta que vai fazer xixi. Imagino o cara sentado. Infantil, como Ivo viu a uva. Já urinar é muito laboratorial. Prefiro mijar, direto, rápido e verdadeiro. As árvores mijam. Os relâmpagos mijam. Os cachorros mijam para demarcar seu território. Aliás, o correto é não anunciar, ir ao banheiro apenas, para evitar constrangimentos vocabulares.

Canalha funciona como uma agressão íntima. Uma agressão afetuosa. Uma provocação. Não se está concluindo, é uma pergunta. Canalha é uma interrogação gostosa.

Não ficarei triste se esquecer meu nome, chame-me de canalha.

PS: assisti a uma mesa redonda com o Fabrício Carpinejar, e no decorrer da discussão, ele leu esse texto. Sinceramente, fiquei impressionada.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

As biquetas de peperoni

Mamilos, biqueta, chupeta do peito, tampa da montanha, bicos, toquinhos malhucos... mamilos têm tantos sinônimos quanto formatos e cores. E porque raios são tão diferentes assim? Porque temos vários tipos de gostos! Deus é sabido - e macho pra carilha - e resolveu então fazer uma gama de biquetas só para deixar os machos mais curiosos. Quando tu vai pegar a mina se pergunta: "como será que é a biqueta da cidadã?". E fica aquele jogo de curiosidade até descobrir como realmente é. Porém, a vida não é tão fácil... se por um lado é legal tu ficar na dúvida de como são os mamilos da moça, por outro lado existe o risco de ser sorteado com os mamilos feios. Em tempos de Larissa Riquelme na Playboy, nem precisamos nos esforçar muito para citar exemplos.

Sabe quando tu pede uma pizza de peperoni e vem aquela pizza cheia de rodelas vermelhas escuras de salame? Pois é... não tem nada mais brochante do que trombar com biquetas de peperoni. Tu olha as tetar e imagina uma pizza de peperoni com duas rodelas caóticas, gigantes e escuras. Foda também são os mamilos bicudos, uns que parecem a cabeça dos "Cônicos e Cômicos"... parecem mini-banana apontadas para cada um lado. Ainda não existem mamilos mais feios do que os limões no saco. Pegue um saco plástico, jogue um limão lá dentro: esse é o efeito... aqueles mamilos pendurados pra baixo, tristonhos e chateados.

Sra. Riquelme fez tanto xabu no mundo todo com o celular no meio das tetas, para aparecer com um par de peperonis! Para os auto-manipuladores de plantão, foi um duro golpe ver a Playboy e trombar com aquilo. A verdade é que mamilos são - quase - sempre bacanas e os que fogem dessas regras que eu citei acima (peperoni, mini-bananas e limão no saco) geralmente são deveras atraentes. Bacana que Deus é tão macho que fez os mamilos com código braile... é só passar o dedo e ver lá os pontinhos indicando "aqui é o mamilo!".

Gosto cada um tem o seu, mas depois de ver a Larissa, achei legal compartilhar o velho ditado que certa vez ouvi de um cidadão macho pra carilha, que rezava algo como: "biquetas são como vinho: Só os rosés que prestam!".

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Quarta Feira também é dia de UFC

Após algumas semanas sem eventos, o Ultimate Fighting Championship volta em sua versão menor, o UFC Fight Night edição 22, e nós que somos machos pra carilha vamos conferir as pelejas em plena quarta feira, amanhã dia 15 de Setembro!

Três brazucas estão escalados no card, Efrain Escudero vs. Charles "do Bronx" Oliveira, Jim Miller vs. Gleison Tibau e no main event Nate Marquardt vs. Rousimar Palhares "Toquinho".

A luta de Toquinho é a mais esperada, pelo fato de uma vitória sobre a pedreira Marquardt levaria o faixa preta para o top 3 da categoria Middleweight. Toquinho nele! De preferência com a já conhecida chave de calcanhar ou leglock!!

Duas imagens valem mais do que 1000 palavras


segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Fofoca não é coisa só de mulher

É isso mesmo, filhote. Não adianta dar uma de joão sem braço e falar que não liga pra fofoca. Tanto o homem quanto mulher gostam de saber dos podres ou da vida pessoal dos seus ídolos. Faz parte da natureza humana, pois o homo sapiens foi feito para viver em sociedade e dividir as boas novas com seus vizinho. Ou você acha que aqueles desenhos nas catacumbas egípcias eram as tradições do povo que viveu no Egito Antigo?! Lorota! Eram fofocas, sim senhor.

Mas diferente das mulheres, que querem saber com quem o galã da novela está saindo ou por que raios a Claudia Raia se separou do Edson Celulari, nós homens queremos saber de coisas mais divertidas e sem vergonhas.

Pois nós somos assim. Divertidos e sem vergonhas.

Por exemplo, você prefere saber o que o Dado Dolabella fez de bom hoje lá no Rio ou o que a Megan Fox tava fazendo com a mão debaixo da mesa nessa foto aqui ó?

É desse tipo de fofoca que a gente gosta. A gente gosta das fotos que escaparam e caíram na net, ou de uma fita de sexo amador que "escapuliu" do arquivo pessoal da atriz famosa. É disso que a gente gosta.

E com esse tipo de fotos nós aprendemos muitas coisas. Por exemplo, que atriz americana não sabe descer do carro quando tá de saia (e sem calcinha). Que diga a Britney Spear uma, duas, três, quatro e cinco vezes (ufa!). A gente tá até cansado de ver a periquita da Britney. Periquita que divide o mesmo corte capilar pubiano com o da bacurinha da senhorita Paris Hilton (apesar de ela estar com a depilação um pouco atrasada). É bom saber que a moda da "Boca do Golfinho" pegou nos EUA.

Mas então, é desse tipo de fofoca que nós gostamos. Fofocas felizes e culturais. Boas fofocas. Que ensinam que a gente tem que tomar mais cuidado na rua ou quando estiver fazendo alguma sem vergonhisse. Pois o mundo é um grande Big Brother e você pode terminar que nem a Avril Lavigne e o namorado dela nessa foto aqui. Com a mão na massa.

E é isso. Se você gosta desse tipo de fofoca, acessa esse o site egostatic.com. É bem bacana!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Por que raios a mulher não sabe estacionar?

Pode parecer um post machista. E é mesmo.

Você já reparou que mulher tem um sério problema para estacionar? É complicado. Mulher tem uma dificuldade tremenda para encaixar um carro numa vaga. E isso é fato comprovado e discutido entre várias rodas acadêmicas e mesas de boteco.


É aquela dificuldade filha da puta. Elas entram na vaga que cabe um Scania com um carro pequeno, um Uno por exemplo, e mesmo assim sofrem pra manobrar. Entra, não encaixa, aí sai para tentar novamente, volta, não encaixa, bate com a roda no meio fio, acerta o carro da frente, acerta o de trás, mata um pedestre...é foda.

Eu tenho uma teoria sobre o que pode ser a causa disso. Creio que existem dois motivos preponderantes.

Um dos motivos é que homem brinca com carrinho desde pequeno, enquanto as senhoritas brincam de boneca e tudo mais. Logo, a criançada masculina já desenvolve uma noção (mesmo que torta) do que é manusear um carro. Daí pra dirigir e manobrar um carro é dois palitos.


O segundo motivo é fisiológico. Pois pare e pense cá comigo. O homem tem pipi e a mulher tem xaninha. Pipi entra na xaninha, assim como um carro entra na vaga. Tem que manobrar pra colocar o pipi na periquitinha da guria e, pra piorar, muitas vezes temos que fazer isso no escuro e sem olhar. A mulher não tem que se preocupar (pelo menos na maioria das situações) em guiar nada ali. Elas só precisam abrir alas. Nada de manobra.

Aí, fica fácil. Homem vive praticando, e a mulher só tem a selva de pedra pra praticar. Uma injustiça do cão. Uma sacanagem sem fim.

PS.: Sei que esse post está exageradamente machista, mas que a mulherada manobra mal, não se pode negar.

Uma imagem vale mais do que 1000 palavras