segunda-feira, 21 de junho de 2010

Devolvam o futebol pros machos pra carilha!

Copa do Mundo, gozolândia, farra, sair do trabalho mais cedo, chegar mais tarde, ter desculpas pra instalar aquela anteninha marota que tu espeta na USB do teu micro no trampo pra pegar TV digital e o chefe não falar nada... tudo uma beleza. O único problema é que futebol é coisa de macho pra carilha. A banda paulista Dr. Sin já cravou no seu antigo hit a tríade do prazer e dos machos, no hino "Futebol, mulher e Rock n' Roll". Essas três coisas pertencem ao grupo dos machos, mesmo porque as três pedem cerveja. Tá num jogo de futebol, o que tu toma? Cerveja! Tá num show ou bar de Rock, o que tu toma? Cerveja! Tá com vendo futebol ou um DVD de Rock na TV, o que você pede pra mulher (dando um tapa na bunda dela)? Cerveja!

Futebol, mulher e Rock n' Roll são coisas de machos e hoje falaremos do futebol que tanto está evidente nesses dias, graças a Copa do Mundo. Tenho 30 e acompanho futebol que eu me lembre desde 1987... siiim, eu lá com os meus 6 ou 7 anos fiz o álbum da Copa União e fiquei feliz da vida quando completei o time do Santos com aquelas figurinhas horríveis de feias do Rodolfo Rodrigues, Camilo, Pedro Paulo, Ijuí e Mendonça. E de uns 16 anos pra cá eu frequento estádio de futebol de forma assídua. Não é uma ou outra vez por ano... é quase todos os jogos do Peixão na Vila e uns perdidos fora.

Entre muitas coisas que aprendi nesses anos de futebol é que Lazaroni era um péssimo técnico, Brasil nunca soube jogar de líbero, fogueteira solta rojão e sai na Playboy, goleiro chileno sempre tem uma gilete guardada na luva, todo ano de Copa a Espanha promete, mas nunca faz nada, troféu de bolinhas não serve pra nada, tapetão podia e agora não pode mais, Fluminense sobe da 3a. pra 1a. em um ano, Corinthians nunca ganhou uma Libertadores, se Marcelinho era atleta de Cristo eu era Madre Tereza, Galvão Bueno nunca calou a boca, Telê Santana tinha medo da Vila Belmiro, Chico Lang é comediante, Gustavo Nery é maçã podre, Muricy só improvisa volante, Santos sempre leva gol de seus ex-jogadores, Bangu não é só um presídio, Americano não é só um sanduíche, Volta Redonda não é só a cintura da Preta Gil e principalmente NINGUÉM, mas NINGUÉM que goste de futebol e entenda um pouco desse esporte compra cartola zebrada em verde e amarelo, óculos gingante com nariz de palhaço, vuvuzela, apito, biribinhas, bandeirinhas de festa junina, matracas ou similares para ver um jogo de futebol.

Que porra é essa?

Trabalho perto da 25 de Março (grande centro comercial de São Paulo) e no dia do jogo de estréia do Brasil, vi uma corrida alucinada das pessoas para comprarem esses acessórios, como se assistir o jogo realmente dependesse disso! Vi um cara indo prum bar com uma cartola que cobria os olhos, com um óculos em formato de "2010", girando uma matraquinha e assoprando uma cornetinha. Agora me fala filho de uma puta: como o Ronaldinho Gaúcho se saiu no primeiro jogo do Brasil, contra a Coréia do Norte!? Capaz do cara responder "ah, não comprometeu!". Preste atenção no jogo! Quer fazer barulho, faça, mas pra que essas merdas?

Fui chamado de "autista" pela minha namorada, porque tenho sérios problemas com futebol e terceiros assistindo ao meu lado. Gosto de assistir os jogos sozinho, sem ninguém me enchendo os bagos, porque gosto de prestar atenção na tática, nos detalhes, etc. Já fui a bares e já vi muito bobão ficar em pé, apontar para a TV e gritar algo "ah seu safado, toca a bola filho da puta!" e na sequência, olhar para trás, sorrindo, para ver se as pessoas notaram o protesto. Já vi muito bobo emendando 90 minutos com uma corneta que me deu vontade de pega-la, enfia-la no cu do desgraçado e faze-lo peidar, para ver se emitia o mesmo som.

Felizmente essa merda de Copa do Mundo já está chegando na metade, logo menos acabará e deixará o futebol novamente apenas para os machos e fêmeas pra carilha, que realmente gostam do esporte e sabem o que é uma reversão.

13 comentários:

André disse...

Falei a mesma coisa no Bigorrilhas, sob outro prisma. Assino embaixo e não mudo uma vírgula.

Amanda da Silveira disse...

Em 1987, a figurinha do brazão do Santos se chamava *Leitinho*!

André disse...

Aliás, bando de Zecas Camargo do caralho!!!! hahahaha.

Trapa¹³ disse...

...aee Senador...mandou bem demais...é isso mesmo...tenho 40 e mais de 34 de Vila Belmiro...e to afinzão de ver vários peidando pela vuvuleza também...de boa...NUNCA vi isso em nenhum lugar que seja...que merda de "modinha" é essa? ja quebrei uma e mandei outra dentro da churrasquera...to esperando o 3º jogo pra ver o que faço na próxima...

darkgabi disse...

eu sei o q é uma reversão, sei qd tá impedido, sei q o juiz tem q apontar pro meio de campo qd termina o tempo e aprecio um cruzamento bem feito, mas non dispenso um jogo de cintura. tanto é q achei o 1o jogo da alemanha um koo.. típico alemão: tudo protocolado e nenhuma malemolência.

mas enfim, sou torcedora de copa, nunca fui ao maracanã nos meus 23 anos de rio de janeiro e parei de acompanhar o flamengo em 1996, simplesmente pq craque o flamengo faz em casa, mas logo vende e o time volta à merda de sempre.

geralmente levo algum cacareco pra fazer barulho, uma bandeira do brasil e a camisa. aki me dei ao luxo de usar tb uma cartola e um colar de havaianas, pq afinal qd a gente tá na gringa, sempre exagera um pouco.

mas eu acho os campeonatos regionais uma bela bosta e há pelo menos uns 10 anos é qs sempre a mesma lenga-lenga: povo caindo e fingindo e discutindo e enrolando mt mais do q jogando. salvo raras exceções de jogos, campeonatos e jogadores.

enfim, não desprezem de cara os torcedores de copa, afinal mts o são por status e alguns, como eu, por escolha.

hunft
=P

Sr. Senador disse...

Mas tu tá nas gringas, Gabi... usar cacarecos é normal para tu se identificar como brasileira... agora ir pro boteco com chapéu que não dá visão, xingar o telão pra aparecer e não saber quem é o lateral direita da Seleção merece uma sova de pau meia bomba, hahahaha.

Chris Benseler disse...

E o que dizer das mulheres que pintam a unha de verde e amarelo? PQP, ver isso acaba com o meu dia. ACABA!

E também sou autista, Fernando. Depois que abandonei minhas idas a estádio, em 96, todas finais do meu time que vi foram em casa, sozinho. Mesmo se tivesse gente da família, dane-se, ia pro meu quarto e assistia de lá. Não dá pra aguentar comentário daquela tia que não manja nada, dos primos pó-de-arroz que nem sabem a escalação do time, etc...

E, aproveitando, chupa Lusa Verde!

Tchelo disse...

Pra mim jogo de futebol ou é em casa ou é em estádio. Esse negocio de ver jogo em bar é pra quem não quer ver jogo... tu presta atenção em tudo menos jogo. É comida, é chopp, é a gostosa que passa, é o filho da puta que fica cornetando o time e tu fica no veneno querendo quebra-lo e no fim do jogo tu não viu porra nenhuma.
E caralho ja deu no saco essa merda de vuvuzela. vuvuzela eh o caralho. E ae os filhos da puta importaram essa merda pra ca e ai fica todo mundo vendo jogo pela tv e soprando essa merda, qual a graça? Realmente, esses acessórios são pra quem não da muita importancia ao jogo, pra quem não entende a essencia do futebol.

Gustavão disse...

para mim, vocês já sabem, né?!

guilherme disse...

Excelente post. Nada a acrescentar. Que sentem na jiroba os que fazem tudo isso que o Fefo comentou.
Sou autista vendo futebol também e sempre tomo um sermão da minha senhora. HAHAHAHA.
É foda, futebol é pra ser apreciado.

Cabamacho disse...

Um sujeito que, passados mais de vinte anos ainda se recorda da figura nefasta do Rodolfo Rodríguez merece respeito de todos. Vuvuzelas é o caralho.

Sr. Senador disse...

Valeeeu Cabamacho!!!! \o/

Tchelo disse...

E o que dizer da figurinha do Macula, do Fluminense no album do brasileirão de 90? Eu leva a figurinha na empresa da minha mãe e falava que ele era namorado das funcionárias de la, de tão feio que era hahahhahah