segunda-feira, 5 de abril de 2010

Goiânia - Terra de Macho

Macho pra carilha também faz turismo. Macho pra carilha também viaja. E nessa Páscoa eu fui para Goiás, mais especificamente para Goiânia, a capital. E tenho de dizer que lá é uma terra de macho pra carilha.


"Por que. Soutodoloko?" - vocês perguntam e eu digo porque sim, oras bolas. Se eu tô falando que é, por que caceta vocês têm de duvidar, oras? Mas eu explico pra vocês os porquês.


Apesar de tocar sertanejo em tudo quanto é lugar e a cidade parecer muito com muitas cidades do interior do estado de SP, Goiânia tem lá seus atrativos pra lá de bacanas. E o que mais chama a atenção é a concentração pra lá de porreta de bares. O povo de GYN (apelido da cidade) não é muito chegado numa balada, e preferem um bom e velho boteco ajeitado. E como temos botecos ajeitado em Goiânia.


O que é correto, pois homem que é homem não prefere balada. Nosso esquema é sentar num bar, tomar uma gelada e ficar soltando graça pras meninas da mesa do lado. E que meninas da mesa do lado!!!


Em Goiânia há uma enorme concentração de senhoritas chegadas na "loirinha". E como bebem as danadas. Bebem mais que eu, o Senador e o Carudo juntos!!! E são bonitas as sem vergonhas. Isso é o mais importante, pois danada que bebe por danada que bebe, aqui tá cheio de canhão que faz isso.


E por que elas bebem? Deve ser por que elas querem ela, a linguiça? Pode ser que sim, mas eu não quero linguiça e bebi cerveja como se não ouvesse amanhã naquelas terras. Elas bebem pois em GYN eu não encontrei uma cerveja sendo vendida quente. Muito pelo contrário. Toda cerveja que eu tomei em Goiânia vinha trincando e com aquela camadinha de gelo encima. Tinha que fazer até "carinho na bundinha" pra não congelar no copo. Além de lá ser a terra do cozumel. Delicioso chopp servido com gelo moído e limão em uma taça com sal na borda. Pra ficar doido rápido.


E o melhor disso é que lá tem feirinhas hippies a dar com pau. E o que um macho pra carilha tem a ver com isso? Bom, se o senhor tem ela, a namorada, no seu encalço, larga ela numa dessas feiras. Ela vai se divertir a valer e te dará tempo pra ir pro boteco e tomar aquela "loira, cercado de loiras do cerrado.





Delícia!!!

4 comentários:

Sr. Senador disse...

tenho que ir pra Goias ver como seria esse negocio de cerveja gelada, mouças graúdas em abundância...

Anônimo disse...

Sr. Senador.

Quando vier aqui no trabalho lhe conto o que é Goiânia. Fiz um trabalho ali perto e ficava hospedado na cidade.

Deus é bondoso com as mulheres daquela terra. Lindas, simpáticas e gostosas.

Com relação à Michelada (Cozumel): é extremamente refrescante, principalmente numa tarde quente depois de passar o frango!!!

Ahhh... Goiânia. Que saudades.
Bafomét

Fêmeas pra Carilha disse...

Eu morei um ano em Goiânia, e sim os caras de lá são machos pra carilha. Porem não tem como generaliza. Tem muito viadinho lá, e olha que não são nada discretos. É soh tu ir pra uma dessas baladas sertanejas que tu ve beeeem o que eu to falando. Mas olha, calça coladinha e chapeu de cowboy não é comigo não.
Lá tem muita mulher bonita sim, mas as tenebrosas acho que estão mais em peso. Como diria um amigo meu: Deus junto todas as muié feias, gordas e fedorentas do Brasil e jogo em Goias. Minha nossa. Oooo gente estranha!
E o calor? Jesuis. só indo pro bar mesmo. Até uma frase famosa deles lá é: Não tem mar, vamo pro bar! Os caras nao fazem esforço pra fazer festa, qualquer mutivo eh mutivo pra isso.
Adorei morar lá, mas tem muita coisa que ainda prefiro no sul.
Gostei do post!
E quem não foi pra Goias tem que ir, porque lá homem não fica sozinho por muito tempo não. As tilagas goianas são fogooo rapaiz! Não perdoam!



NurseMaya

Sujeito Macho disse...

Ooopa.. valeu a dica!!!

Já ouvi falar muito bem daquela terra, isso me faz acreditar que o chicote estrala memo.

Aquele abraço!