terça-feira, 8 de dezembro de 2009

5 anos sem Dime Darrell, um macho pra carilha

Há exatos cinco anos, um dos maiores guitarristas de todos os tempos foi estupidamente assassinado em pleno palco. No dia 8 de dezembro de 2004, Nathan Gale iniciou um tumulto no show do Damageplan e atirou no guitarrista Dime Darrel (Pantera, Damegeplan e Rebel Meets Rebel). Nathan ainda matou mais duas pessoas (um fã e funcionário da casa de shows). Mais 15 pessoas foram atingidas até que o policial James D. Niggemeyer conseguiu matar Nathan.

O mundo inteiro falou desse assassinato, que foi destaque até no Jornal Nacional, quando Arnaldo Jabor fez seu editorial mais estúpido de todos os tempos, chamando os "headbangers" de sujos e violentos.

Darrell foi enterrado em um caixão do Kiss, junto com uma guitarra de Eddie Van Halen e mais algumas garrafas de whiskey.

A música saiu perdendo com esse assassinato estúpido. Fico imaginando quantos riffs mais essa cara nos brindaria. Dime era um rapaz sossegado, que só queria saber de tomar umas e tocar sua guitarra. Era um típico macho pra carilha.

Nenhum comentário: