sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Discos que me formaram - pt. 1

Resolvi escrever - pra mim mesmo - sobre discos que fizeram eu ser o que sou hoje... talvez musicalmente, talvez em estilo, talvez em pensamento... vou começar com o "Tribute To Randy Rhoads", do Ozzy Osbourne.

Esse disco foi lançado em 1987, uma homenagem a esse guitarrista que tocou com o Ozzy e morreu de uma forma deveras estúpida. Gravado ao vivo em 1981 (eu tinha 1 ou 2 anos!), esse disco foi lançado depois... mas só fui assimila-lo em distante 1994. Randy é desses guitarristas completos, que eu sempre quis ser - e nunca serei... e ninguém será. A criatividade, a mistura de rock com erudito me deixaram pêgo na época. Me marcou muito os harmônicos que esse infeliz dava no disco... "Woooooaaaah" gritava a guitarra a cada riff. E eu pensava: "Como!? Como chegar a esse timbre, desgraçado!?". Crazy Train, Mr. Crowley, Steal Away, Goodbye to Romance (com um dos solos mais lindos do mundo!), entre outras, me fizeram crescer adimirando Randy e Ozzy.

Ozzy nem preciso comentar... Deus! Mas esse disco me marcou não por ser um tributo a essa máquina de tocar guitarra que foi Mr. Rhoads, mas porque eu fiquei bobo de ver o que o cara podia fazer com 6 cordas. Ficou marcado também, pois em 1995 eu vi Ozzy Osbourne ao vivo, no Pacaembu (depois, em 2008, vi pela segunda vez). No palco, em 95, o jovem Joe Holmes, que era conhecido como "ex-aluno de Randy Rhoads", microfonava a guitarra nos amplis. Não era um Randy, nem um Zakk... mas era o Ozzy, a banda dele e um ex-aluno de Randy.

Sempre ouço o take completo de "Dee" no estúdio, a faixa final do disco. Que coisa mais linda... que composição fantástica... de fazer qualquer metaleirinho - que eu era - quase chorar com uma composição só de violão e mais nada. Mais nada.

De vez enquando me pego ouvindo esse disco e ele me leva pra aquela distante juventude, adolescência onde só me importava com festinhas, rock e diversão com os amigos. Ué, Rock n' Roll é feito disso afinal! Eu já sabia como as coisas funcionavam...

Nenhum comentário: